Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14/03/2014

Resenha - Btooom! - Anime


Nome: Btooom!
Nome em japonês: ブトゥーム

Informações:
Tipo: TV
Episódios: 12
Gênero: Ação, Sci-Fi, Psicológico, Seinen
Lançamento: 04/10/2012 – 20/12/2012
Produtores: Madhouse, Sentai Filmworks
Duração: 24 min. por episódio
Classificação: +17

ATENÇÃO! ESSA RESENHA NÃO TEM IMAGENS!
Saiba o que aconteceu aqui.

Sinopse: Em um piscar de olhos, Ryouta encontra-se preso em uma ilha misteriosa, equipado com bombas, um cristal estranho incorporado em sua mão e um enorme buraco em sua memória. Mas não demorou muito para descobrir o que estava acontecendo. Alguém está tentando recriar um violento jogo chamado Btooom! na vida real. Ryouta é um excelente jogador do Btooom!, mas esta versão insana do jogo não tem nenhum botão de reset ou segunda vida, e há apenas um caminho para fora da ilha: matar sete outras pessoas antes que eles te matem! Pode Ryouta adaptar suas habilidades de jogo o suficiente para sobreviver?

História

A história é sobre um cara que fica em casa jogando o dia todo, todo dia. Ele é um dos melhores jogadores em um jogo chamado Btoom! Eventualmente, ele é sequestrado e levado para uma ilha onde ele tem que jogar o jogo para sobreviver e ganhar de volta sua liberdade. Essa história onde as pessoas são “forçadas” a lutar por suas vidas está em todo lugar, como em Sword Art Online e Mirai Nikki, a temática muda, mas a essência é a mesma, até no cinema vemos esse tipo de história, como em Os Jogos Vorazes, então a história em si não é muito original, mas isso não faz com que ela seja ruim. Eu adoro essas histórias de sobrevivência, sempre me coloco no lugar dos personagens e fico me perguntando o que faria. Btooom! tem um ótimo enredo, é emocionante de assistir.

Arte

A arte usada é bonita! As cenas de luta foram bem desenhadas e o uso de iluminação foi fantástico. Não vi nada de errado que mereça destaque, estava tudo muito bem feito!

Músicas

As músicas são boas, mas vou dar destaque para a primeira abertura, No Pain, No game, essa música é SENSACIONAL! Ainda mais quando se entra no clima no anime! Sinto que escutarei ela pra sempre!

Aberturas:
No Pain, No game - nano <3
EXIST - nano

Encerramento:
Aozora - May'n

Tema especial:
Crossroad - nano

Pontos negativos: O anime sofre por não ter mais do que 12 episódios. Eu teria gostado de saber mais sobre os outros personagens e o que estava acontecendo com as pessoas por trás do Btooom! (foi por isso que comecei a ler o mangá e agora eu sei de tudo hahaha). Mas deveria ter uma outra temporada :c

Pontos positivos: Os personagens são a maior atração para mim, visto que a história “é sempre a mesma”, o que muda são as pessoas envolvidas e a situação (sempre tem o bonzinho, o maluco, o que trai todo mundo, o do mal, o matador... sempre). Como em todo anime de sobrevivência, eles são colocados lá contra a vontade deles, o “diferente” aqui, é que não foi aleatório ou por sorteio, ou qualquer método já usado (pelo menos eu nunca vi), eles foram mandados para a ilha por alguém que eles conheciam (amigos/família). Alguns mereciam, outros não. Não vou dar spoilers, deixo para que vejam o anime e julguem os merecedores.
Gostei muito do lento desenvolvimento da relação entre Ryouta e Himiko, pois não foi aquela coisa rápida onde nem se tem tempo de entender o que está acontecendo, são apenas duas pessoas jogadas em um pesadelo e eles estão tentando sobreviver.

Vale a pena ver?
SIIIIIIIIIIIIIIIIIIM!

3 comentários:

  1. Uma pergunta: O mangá também é bom? 0-0 é que como você está falando,estou pensando em comprar o vol.1(também pois a capa é linda *3* lindeza de capa,me apaixonei por ela :3 )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mangá é excelente! Recomendo também ♥

      Excluir
  2. Não curti. Porque para mim foi so um anime criado para lucrar emcima do sucesso dos animes de games da época eu simplesmente achei falta de criatividade lutar com bombas .

    ResponderExcluir