Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

28/06/2014

Review - Mekakucity Actors - Ep. 9 e 10


Só me deixem reclamar de uma coisinha desse episódio que eu prometo que paro. Sério.



Uma das músicas mais comoventes da série eles colocam nessa animação 3D ridícula? Eu senti que estava sendo estuprada com essa abertura. Com a animação normal os personagens já tem cara de estuprador, agora triplicou. E não deram nenhuma explicação! Sempre que tem insert song no episódio o Jin posta no seu twitter quem cantou, e na semana do episódio nove choveu perguntar sobre esse 3D e ele não respondeu nenhuma. E pra ser sincera já ouvi covers melhores, mas isso passou batido.


Agora vamos falar bem! O episódio conseguiu contar a história da Ayano perfeitamente, deu pra entender tudo e não ficou corrido e cortado. Mostra a infância dela com seus irmãos adotados, e o Kano tava uma gracinha corado. Apesar de eu achar que a Kido era um pouco mais legal quando criança, foi muito bonitinho eles brincando de heróis. Os pais da Ayano foram fazer uma investigação em campo, houve um deslizamento e a mãe morreu. Só que na verdade os dois morreram e entraram no daze, e só o Kenjiro saiu vivo.


Eles já sabiam sobre a monstrinha e as cobras, eles estavam pesquisando sobre isso. Mas então o Kenjiro também ganhou um poderzin do olho manero e ficou doidão e obcecado em trazer a esposa de volta. O cara tava tão doido que usou a Takane e o Haruka como cobaias. Porque a cobra dele era a mesma que fez a monstrinha criar outro mundo, conhecida como "Wide". Ela é mais esperta que as outras e controla o Kenjiro para ele trazer mais cobras ao mundo, para criarem uma nova medusa. Mas dai a vida da Ayano continua sem saber de nada.


Mas um dia a Ayano entra no quarto do seu pai e acha um diário de pesquisa da sua mãe, ai ela descobre essa história toda e vai pesquisar mais. Então ela pede ajuda do Kano, ele se transforma nela e vai para a escola em seu lugar. Creio que é por isso que suas notas são tão baixas. E a Ayano vai descobrindo mais coisas sobre o poder de seu pai, a monstrinha e o outro mundo.


O Kano estava contando tudo isso para a Ene, já que ela tinha ficado em seu celular no cemitério. E ele a leva para a escola em que estudava, e fala que a "rainha" das cobras está entre eles, e as cobras se reúnem em volta da rainha para criar uma nova medusa (Outer Science). Mas o que eles foram fazer na escola? O Kano mostrou a Takane que o seu corpo estava ali. Isso acontece na LN 5, então foi um choque pra mim mostrarem isso. Mas esse foi um ótimo episódio!


Tudo bem que eu vi a live do último episódio e já vi a nem um pouco pequena cagada na história que teve, mas até aqui pelo menos apesar de todos os pesares o anime está muito bom.


O episódio começa com a história da Azami, a monstrinha que vimos no final de cada episódio. A história dela começa da onde parou no episódio anterior, com a Azami indo com sua família para o mundo sem fim. Mas o Sr. Testão quis se casar oficialmente com a Azami antes, então ele foi na cidade buscar um vestido de noiva e tudo o que precisava. Mas uns caras com máscaras bem melhores que a dos terroristas prenderam ele e o obrigaram a dizer onde a Azami estava. Eles foram lá, atiraram na Azami, dai ela ficou fodona e usou os poderes das cobras e matou os caras. Só deixou o tatatataravô do Seto vivo. Ela decidiu ir para o mundo sem fim sozinha, para não fazer sua família sofrer mais.


Depois temos a história da Shion. Com o maior mistério do universo de Kagerou Project ainda sem resposta: quem diabos é o marido da Shion? Ela criou a Marry na mesma casa que viveu, e nunca a deixou sair. Ela pretendia quando a Marry ficasse mais velha a levar para fora, esperando que pudessem aceitar ela. Mas num belo dia enquanto Shion tirava aquele cochilo depois do almoço de domingo, Marry aquela menininha travessa que apronta altas aventuras na Seção da Tarde resolveu dar uma fugidinha pra floresta pra encontrar o lobo mal.


Os caras com máscaras mais legais que a dos terroristas estavam puxando o cabelo da Marry porque aparentemente eles tem cinco anos de idade. A Shion apareceu e deu a loka, usou o poder e transformou um deles em pedra. Mas ela era meia medusa, então ela ficou muito fraca depois disso, e o outro cara a matou. A Azami desesperada as levou para o mundo sem fim. Onde a Wide fala várias coisas horríveis pra Azami. E ela passa a "rainha" para Marry, para que ela possa sair do mundo sem fim.


Mas fazendo isso, o mundo da Azami fica fora de controle. A "rainha" controla as cobras, sem ela ali ninguém as pode controlar. Por isso sempre que alguém morre no dia 15 de agosto com as condições para entrar no daze ganha um poderzin dos olhinhos marotos. E depois disso temos a história da Marry, de quando ela encontra o Seto. Foi bem mais bonitinho na música, mas ainda não deixa de ser MEU OTP LINDO E MARAVILHOSO fofo.


Seto perdido na floresta escuta Marry o chamando, dai ele vai lá e invade a casa porque ele é v1d4 l0k4 moleque rebelde alguém segura esse garoto, e os dois viram amiguinhos. Dai volta para onde a história parou na base do Mekakushi Dan, a Marry acorda e não vê ninguém. Andando por ai enquanto o Kano não vem assediar ela o Konoha aparece sentando. A Marry o leva pra dentro e eles tem o diálogo mais emocionante e épico que eu já vi. Na tv aparece uma notícia sobre uma revolta que estava acontecendo, e a Marry diz ter ouvido a Momo. Então ela e o Konoha saem pra ir nesse lugar. 
Amanhã mesmo deve sair a review do episódio 11. O blog vai ficar bem movimentado com o início da nova temporada, estarei sempre avisando na página do facebook quando sair post novo. Deixo vocês agora com esse vídeo maravilhoso.


Até a próxima~

3 comentários:

  1. Eu ia fazer um comentário mas ele foi apagado. Então beijo, tchau. :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué '-' não apagamos nenhum comentário, a Mônica que cuida disso e ela prefere aprovar os comentários antes, só se seu comentário tivesse muita merda pra não aparecer.

      Excluir
    2. Mas a Mônica sempre aprova todos. Ela não tem entrado muito esses dias porque fez uma cirurgia, mas já pedi pra ela ver isso quando puder.

      Excluir