Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

29/04/2015

Resenha - Croquis - Mangá


Nome: Croquis
Nome em japonês:  クロッキー

Informações:
Tipo: Mangá
Volumes: 1
Capítulos: 7
Gênero: Drama, Romance, Yaoi
Autores: Hinako Takanaga (História e Arte)

Sinopse: Nagi tem um trabalho de meio período como modelo em uma escola de artes e ultimamente ele vem notando o olhar de um aluno em especial. Kaji parece bem amigável, mas Nagi tem medo de revelar seu maior segredo: ele é uma drag queen e está guardando dinheiro para fazer grandes mudanças! Será que Kaji aceitará Nagi como ele é ou ele será esnobado? 

ESSE MANGÁ É PARA MAIORES DE 18 ANOS!
Se você ainda é pequeninho, não leia essa resenha ♥


A autora 

Hinako Takanaga é a autora do popular Koisuru Boukun (que é um yaoi famoso e divertido mas só quem manja dessas paradas vai conhecer), além de outros títulos conhecidos. Ela é bem popular, estreou em 1996, já fez mais de 20 mangás, ilustrou mais de 10 novels, teve obras adaptadas em drama CDs, e o Koisuru Boukun até virou anime (apenas duas OVAs, podiam ser mais, mas ok, é legal mesmo assim, recomendo darem uma olhada ♥).


O mangá

Lançado no Brasil pela NewPop.
Formato: 12,8 x 18,7 cm
Páginas: 164 páginas
Acabamento: Off-set 90g – Capa cartonada
Valor: R$ 14,90
Classificação: +18
Volume Único



O mangá é de 2004 e foi originalmente publicado na revista Rutile Sweet (Gentousha). Eu achava que seria apenas uma única história, mas me enganei ninguém mandou não pesquisar antes de comprar, ele é composto por três histórias: Croquis (4 capítulos), Do Meu Primeiro Amor (2 capítulos) e Um Desejo Para a Estrela (1 capítulo).

Achei o mangá bonito, tem uma capa bem simpática, a qualidade do material é boa, não acho que esteja tão caro assim, é claro que gostaria que fosse mais barato, mas considerando o material, o mercado brasileiro, e por ser um gênero "arriscado", acredito que esteja ok.

Agora, tenho que ser sincera, tem erros de português. Isso todo mundo já sabe, se é NewPop, vai vir com coisa errada. E na maioria das vezes, são erros bestas, tipo, esqueceram alguma letra, ou trocaram pela letra errada, erros de digitação. Na minha opinião, fica parecendo que fizeram a edição correndo, as pressas, de qualquer jeito, por isso ficou com tantos errinhos. A NewPop tem um material bacana, é mais cara, mas a qualidade é melhor do que de outras editoras, ela trás títulos super legais e coisas que jamais imaginei que viriam para o Brasil (como No.6 por exemplo), mas sempre tem esses erros bobos de português :(


A história

Croquis é yaoi, então se você não gosta, sai correndo vlw flw ♥

Assim como já disse, é um único volume com três histórias diferentes:
Croquis (4 capítulos)
Do Meu Primeiro Amor (2 capítulos)
Um Desejo Para a Estrela (1 capítulo)
Elas não tem relação entre si, são temas e casais diferentes (só o yaoi em comum mesmo).

A autora comenta história por história no final.

Os personagens na primeira história são jovens-adultos, na segunda são adultos que relembram quando estavam no colégio e a terceira é com colegiais. Eu comprei esse mangá esperando uma única história, fiquei bem surpresa quando vi que tinham essas outras. Vi várias pessoas dizendo que gostaram mais das outras duas do que da principal, mas isso é questão de gosto, pois eu gostei bastante da Croquis e da Do Meu Primeiro Amor, e não curti a Um Desejo Para a Estrela. São histórias diferentes, para gostos diferentes.


Apesar de ser para maiores de 18 anos, não mostram muitas coisas não, é bem discreto, bem amorzinho. Eles falam sim sobre sexo e mostram algumas cenas mais picantes, mas não é nada exagerado, é tudo bem escondido. É um mangá leve, mas mesmo assim, não é coisa para os pequeninos. Estejam preparados para ler! E não digam que não avisei...

Vamos as histórias:

Croquis

Essa história pode ser meio "ousada" para algumas pessoas, ela fala de temas que não são tão comuns em mangás e nem em yaois, como travestis, drag queens e mudança de sexo. Além dos temas incomuns, é diferente o modo como eles são tratados no Japão e no Brasil, então prefiro não me aprofundar nisso, e me focar na história.

Nagi tem dois empregos, um de modelo e um de drag. Quando está trabalhando de modelo na escola de artes, começa a rolar um clima com um dos alunos, o Kaji. E quando ele vai pra boate trabalhar de drag, ele conta do seu amor para suas colegas lá.

E essas colegas são drags super divertidas! As cenas em que elas discutiam de modo distorcido as histórias do Nagi eram bem engraçadas. E ele é uma drag "inferior" pois não tem peitos hahaha ele sofre bullying por isso :( então ele está trabalhando muito para juntar dinheiro.

"Seu trabalho é só isso (porque não tem peitos)"
hahahahaha :c

Nagi tem essa ideia de que por ser gay, ele precisa ser mulher para ficar com os homens, por isso quer fazer cirurgia. Mas o Kaji mostra para ele que ele pode ser ele mesmo e amar outro homem mesmo assim. Várias coisas acontecem, uns dramas, umas comédias, uns romances, não vou entrar em muitos detalhes, nem dar spoilers. E é isso, a história mostra o desenvolvimento do Nagi em aceitar ser gay e homem, sem precisar ser mulher, e o desenvolvimento do seu relacionamento com Kaji.


Do Meu Primeiro Amor

Essa história tem dois capítulos e entre eles tem a história Um Desejo Para a Estrela. Não sei dizer porque colocaram uma história no meio ao invés de colocar os capítulos juntos, mas ok (se alguém souber, favor deixar um comentário explicando ♥). Mesmo com apenas dois capítulos, essa história foi linda e encantadora! Depois de terminar Croquis, comecei a ler ela e me apaixonei. Em seguida veio Um Desejo Para a Estrela, que não gostei tanto assim, e depois para minha surpresa veio mais um capítulo de Do Meu Primeiro Amor! É apaixonante e muito triste que seja só isso, queria mais ♥ Pelo que li por ai, essa é a preferida do povo, todos amam!

Bom, Do Meu Primeiro Amor mostra em cada capítulo a versão de um dos caras. Eles eram amigos no colégio, e se reencontram quando adultos. O bacana é poder ver a visão de cada um deles sobre os acontecimentos. É puro amor, uma gracinha e é triste :'(


Um Desejo Para a Estrela

Essa história foi a que menos gostei e não quero falar muito dela não. Se você leu e gostou, por favor, deixe um comentário me dizendo o porque! Ela é sobre dois colegiais, amigos de infância, que fazem desejos para estrelas cadentes. E sei lá... O menino só ficou o tempo todo falando que odiava estrelas porque quando era criança, desejou algo para uma e ela não realizou. Ai fica aquela enrolação, reclamação, briguinhas bobas de colegiais, e no fim os dois se pegam no meio do mato e puff, acabou. Não achei emocionante, não achei legal, não gostei. Quem sabe depois de algum tempo, quando for ler novamente, não mude de ideia... Mas acho que não.

A arte

Considerando que foi desenhado em 2004, já fazem mais de 10 anos, é uma arte bonita. Não é como as artes de hoje em dia onde o moe domina tudo, mas ela não é ruim não. É bem feita, bonita, única e é bem a cara de arte de yaoi se é que me entendem. Uma gracinha ♥


Vale a pena ler? 

Sim, é engraçado, fofo e bonitinho. Se você gosta de yaoi, vai fundo!

3 comentários:

  1. Bela resenha, não sou de comprar Mangá, mas esse me chamou a atenção, igual Blood Honey, mas quando não se tem muito dinheiro tem que escolher um ou outro. o/

    Quando você acha que seu brother vai ir com você não importa o que... :'(
    http://bit.ly/1bZatG5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mostra a resenha para ele! Vai que muda de ideia :/
      Temos resenha de Blood Honey também! Não desista! ♥

      Excluir
  2. Boa resenha mas como falei quem não é fujoshi provavelmente não vai se interessar.

    ResponderExcluir