Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27/08/2015

Resenha - Tamako Love Story - Anime


Nome: Tamako Love Story
Nome em japonês: たまこラブストーリー

Informações
Tipo: Filme
Episódios: 1
Gêneros: Comédia, Romance, Slice of Life
Lançamento: 2014
Produtores: Kyoto Animation
Duração: 1 hr. 18 min.
Classificação: +13

Sinopse: Everybody loves somebody.


História

"Todo mundo ama alguém" foi a sinopse que encontrei. E o filme é sobre isso. Tamako Love Story é uma história de amor entre adolescentes. Esse filme é uma continuação do anime Tamako Market, mas há pessoas que dizem que você não precisa ter visto o anime para ver o filme, pois "tem um flashback curto e muito bem planejado no começo para apresentar um pouco da história e um pouco dos personagens, de maneira que ninguém fique muito perdido". Então mesmo sem ver a série, você poderia ver o filme, mas recomendo o anime para quem gosta desse tipo de história e não quer perder nada.


"É primavera.
Como de costume, o 3º ano está se formando.
Tamako não tem nada na cabeça, somente mochi.

Uma noite, na volta da escola, conversando com as amigas como de costume.
Todo mundo está nervoso sobre o que está por vir em seu futuro.
Tamako também responde, que quer continuar o negócio de mochi.

Ao mesmo tempo, temos o menino que vive do outro lado da rua.
Mochizou, e ele acaba de tomar uma decisão importante.

Várias coisas mudam ao seu redor e, pouco a pouco,
o coração de Tamako também começa a mudar..."

Fonte.
Amigas da Tamako.

Assisti esse filme já faz um tempinho, então vi ele novamente para fazer a resenha. Já dá para saber que gostei dele de verdade só pelo fato de que vi ele mais de uma vez. E é um filme realmente gostoso de se ver. É fofinho, alegre, romântico, bonitinho... E a história é linda.

Amigos do Mochizou.

Uma pequena introdução: A história se passa em um distrito comercial. Tamako e Mochizou são filhos de vendedores de mochi, e são vizinhos. Seus pais sempre brigam para ver quem tem o melhor mochi e a melhor loja. Caso não tenha visto o anime, mas quer ver o filme, você pode ler a resenha que fiz da série para entender melhor, leia ela aqui.

Loja da família da Tamako.
Loja da família do Mochizou.

O caso é… Com tantas histórias complexas que nos rodeiam, tantos protagonistas complicados e cheios de problemas, garotas problemáticas com passados traumáticos – as vezes é bom você pegar aquela história simples e que entrega exatamente o que promete.

Por isso, não vou enganar vocês: Tamako Love Story é, nada mais nada menos, o que o título sugere. É a história de amor da Tamako. É uma história de amor pura e inocente, daquele tipo que faz você agarrar o lençol e rolar na cama de um lado pro outro até cair de cabeça no chão e ter que explicar pra sua mãe porque está com um sorriso tão besta na cara.

Fonte.

AVISO: esse post pode ter certos "spoilers", pois como a história é algo clichê, meio que a gente já sabe como tudo termina etc e tal, apesar de que não sei se conto isso como spoiler de verdade, pois é um filme previsível. Mas em todo caso, estou avisando aqui, que se você prefere não saber o que acontece, melhor não ler. Não vou falar nada tão spoilerzento assim, mas vou falar sobre o que acontece, então... A decisão de continuar lendo é sua ♥


Quando a mãe da Tamako morreu, foram o Mochizou e a Midori quem fizeram companhia para ela. Mochizou cresceu tomando conta da Tamako e desenvolvendo sentimentos por ela, e isso fez com que surgisse uma certa rivalidade entre ele e a Midori, que também tem sentimentos pela Tamako e "competia" com ele para ver quem cuidava mais dela. Algumas pessoas dizem que a Midori ama a Tamako de um jeito romântico, porém outros (inclusive eu) acreditam que elas se amam como amigas. Durante o anime, fiquei confusa em algumas partes, achando que a Midori gostava é do Mochizou, mas no filme fica mais claro que ela gosta é da Tamako e ele é um "inimigo" que ameaça destruir sua amizade.


Tamako começou a ajudar no negócio de mochi da família após sua mãe morrer, mesmo sendo pequenina, e sempre associou a sensação fofinha e acolhedora do mochi as memórias que tinha de sua mãe. A mãe dela era uma gracinha, nas pouquíssimas vezes que apareceu no anime já tinha me apaixonado por ela, agora no filme ela aparece bem mais e mostra ser tão amorzinho quanto achei que seria! ELA É MUITO FOFA!


Tem horas que Mochizou parece que vai desistir de se confessar, ele fica meio indeciso se é a coisa certa a fazer. Mas como essa história é uma história de amor, ele se confessa! No começo Tamako fica bem confusa e dá umas surtadas. Depois ela vai refletindo e entendo melhor a situação e reconhece que Mochizou é uma pessoa muito importante para ela.


Midori parece ser uma das amigas mais maduras de Tamako, mas na verdade ela é uma das que mais precisam crescer. Ela está bem confusa sobre seus sentimentos, além de estar na crise "o que vou fazer da vida", pois elas estão acabando o colégio, e Shiori e Kanna, além da própria Tamako, já sabem que rumo tomar. Eu entendo o que ela sente a respeito desses dois problemas, pois já passei por essa crise (e ainda passo) e sei (ou imagino que sei) como ela se sente quando se trata da Tamako.


Não acho que ela seja lésbica, apesar de que ela pode ter sim ficado confusa nesse sentido, mas eu vejo isso como ciúmes de uma amiga. Elas já estão juntas a muito tempo e ela sente que tem que proteger a Tamako, além de que ela imagina que o Mochizou quer "roubar" a Tamako dela. Quem nunca quis a amiga só para você? Às vezes somos tão egoístas que não queremos dividir nem nossos amigos. Já vi muitas pessoas passando por isso. O bom é que ela consegue se "libertar" disso e deixar a amiga escolher seu próprio caminho.


Sobre o final (agora sim vai ter uns spoilers mais "sérios"): quando Midori vai para a escola contar para a Tamako que o Mochizou está indo para Tóquio, não mostra quem contou para ela que ele estava indo naquele dia, mas eu suspeito que foi a Anko, irmã da Tamako, porque ela gosta do Mochizou e certeza que shippa eles, pois ela sabia dos sentimentos e dificuldades dos dois. Eu até acho que foi a Anko que preocupada com o shipp ligou para a Midori e avisou o que estava acontecendo, porque não havia aula naquele dia... Mas é só uma teoria, tudo isso pode ter acontecido de várias maneiras diferentes...


O que foi bonitinho também, foi ver que a Kanna vem até a Midori, depois que ela fala para a Tamako ir atrás do Mochizou. Como ela descobriu que a amiga estava na escola ninguém sabe, fica a critério da sua imaginação. Quem viu o anime sabe que a Kanna entendia os sentimentos da Midori com relação ao Mochizou e a Tamako, e ela aparece nesse momento para apoiar a amiga. O legal é que ela pede para a Midori ajuda-lá a superar seu medo de altura, e é um momento muito bonito de amadurecimento de ambas as personagens.

Clube de bastão.

Teve uma parte tensa na história, que é quando o avô da Tamako vai para o hospital. Tanto na primeira, quanto na segunda vez que vi o filme, meus olhos se encheram de lágrimas. É bem tristinho... Mas é emocionante ver o Mochizou indo com ela e a Anko para o hospital. Esse é o único momento "tenso" na história, o resto é mais de boa (fim do momento spoiler sério).


Apesar de ser uma história de amor simples e fofinha, é muito bonita. Ela fala sobre o amor, não só entre um garoto e uma garota, mas amor entre a família, os amigos, os vizinhos, os conhecidos. Fala sobre superar problemas e dificuldades e amadurecer. Achei o filme ótimo, muito bem escrito e dirigido. É simples, mas é fantástico.


Eu acho o Mochizou o mais fofo de todos os personagens! Ele é mais fofo do que a própria Tamako, na minha opinião. E quando ele chama o pai dela de "pai", é tão bonitinho, é tipo "me deixe ser parte da sua família" *o* Também gosto muito da Kanna e dos barulhinhos que ela faz! E um personagem que fiquei muito feliz de não estar aqui foi o Dera, assim como disse na resenha do anime, não gosto dele, e ele não estar no filme me fez amar o filme ainda mais! A história fica bem melhor sem ele, pois fica focado no romance e nas fofuras ♥


Só por curiosidade, vocês podem ver imagens do DVD original vendido no Japão aqui. Tem cartinha para os fãs, várias lembrancinhas lindas, imagens do storyboard, e mais umas coisas bonitinhas! É puro amor ♥ Produtos do Japão são tão bem feitinhos :3


Fico muito boiola quando vejo esse filme, pois é tudo uma gracinha! Depois dá uma deprê, porque ele é tão fofinho e quero mais, e não tem mais, mas fico feliz ao mesmo tempo, pois foi lindinho e tão legal, mas ai fico triste porque acabou... Crise-pós-anime. Todos sofrem.


Músicas

As músicas são demais! Especialmente a música que o pai da Tamako fez para a mãe dela durante a juventude. Inclusive, ela canta essa música toda hora, e entendo perfeitamente ♥

Abertura:
"Koi no Uta" - Mamedai Kitashirakawa (Keiji Fujiwara)

Encerramento:
"Principle" - Aya Suzaki
"Koi no Uta" - Tamako Kitashirakawa (Aya Suzaki)


Arte

Assim como o anime, o filme também foi feito pela Kyoto Animation, aquele estúdio que sempre falo para vocês que é perfeito e que nunca falha em fazer uma animação de qualidade. Com uma arte sempre marcante, já dá para reconhecer na hora quando um anime foi feito por eles. E esse filme não é diferente, a arte é fantástica! É uma história super fofa com uma arte mais fofa ainda, o que faz tudo se encaixar perfeitamente.


Vale a pena ver?

Muito. Se você gosta de romance, veja sim ♥ O final é sensacional, é IMPOSSÍVEL não terminar de ver e não ter um sorriso bobo no rosto. É MUITA FOFURA, É PURO AMOR ♥


23 comentários:

  1. Acho que sou o único garoto de 18 anos que gosta desses tipos de historia de amor fofa e talz hauahaua. Entrou na minha lista e já foi para o começo ;3, hoje mesmo já vou baixar e ver, ótimo post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que isso cara, eu tenho 22 anos e adoro esse mundo moe hahaha
      Não se sinta mal, há muitos de nós, é que a maioria se esconde!

      Obrigada ♥

      Excluir
    2. So mais velho q vc, Felipe, curti esse tipo de anime é normal...
      Esse anime é tão normal q eu fiquei tipo, o passado traumático dela é morta da mãe?

      Excluir
  2. Respostas
    1. Eu sinto a presença deles, mas eles não comentam :( hahaha

      Excluir
    2. Eita, comentei no lugar errado o.o, enfim, galero, podem comentar, não tenham medo hauahaua

      Excluir
  3. Cara, essa resenha ficou maravilhosa, descreveu exatamente o que sinto sobre esse filme haha
    Continue assim, senpai!

    ResponderExcluir
  4. Vou sair um pouco dos yaois e ver essa fofura *-*

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Com você toda hora postando coisas desse anime com uma arte magnifica, e parece ter um bom enredo, eu to quase tacando o foda-se no que estou focado agora e indo assistir, mas to me segurando ainda por causa que você disse do moe o tempo todo (e eu já disse também não gostar de excesso de moe) -só por esse fato sei que enjoaria fácil do anime- mas já recomendei pra uns amigos que gostam desse estilo, todos confirmaram que vão assistir, e como sempre um texto escrito de forma "delicia" de ler eheuheuehue -viu é só lembrar de comentar no blog que compareço o/ :v

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é que tem moe toda hora, eu exagero as vezes HUAHUAUHAHU É que quando um anime é feito pela Kyoto Animation, tudo é tão fofinho que fico empolgada e acabo escrevendo como se fosse a coisa mais moe do mundo UHAUHAHUAUH Mas veja o filme sim! E obrigada pelo elogio <3

      Excluir
  7. Geralmante n curto muito slice of life, mas esse me interessou muito

    ResponderExcluir
  8. Olá Monica Tudo bem ?
    gostei do seu site e eu sou escritor tbm e gosto de escrever sobre animes e queria mostrar meu trabalho pra você em função de você ter um espaço para postadores, não custa tentar
    http://animeszoficiial.blogspot.com.br/ por favooooor deixe-me ajudar

    ResponderExcluir
  9. tão fofo ja vou indo baixar esse filme, essa resenha me deu vontade de assistir o filme

    ResponderExcluir