Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

16/02/2016

Resenha - Tonari no Totoro - Anime


Nome: Tonari no Totoro
Nome em japonês: となりのトトロ

Informações:
Tipo: Filme
Gênero: Aventura, Comédia, Sobrenatural
Lançamento: 1988
Estúdio: Studio Ghibli
Duração: 1 hr. 26 min
Classificação: Livre

Sinopse: Duas meninas se mudam com seu pai para o interior do Japão, com o objetivo de ficar perto da mãe que está internada em um hospital. Lá, elas vivem muitas aventuras ao lado do espírito protetor da floresta chamado Totoro. É um lindo e poético filme sobre a magia da infância dirigido pelo mestre da animação japonesa Hayao Miyazaki.

Finalmente assisti essa cena tão famosa ♥

Esse é mais um anime da série "todo mundo já viu, menos eu". Então tomei vergonha na cara, chamei a Mari para ver comigo, e zeramos essa fase da vida. Nos primeiros minutos do filme, não sabíamos muito o que esperar, inclusive, estava achando que não iria curtir muito. No fim, nós vimos ele com um pouco do espírito da zuera, rimos muito e foi super divertido! No geral, já adianto que amei o anime e entendo o motivo de ser o sucesso que é ♥

~usando umas dorgas~

História

Satsuki e Mei são duas garotinhas que se mudam para o interior do Japão, junto com seu pai, para ajudar na lenta recuperação de sua mãe, que sofre de uma doença não mencionada (aparentemente, trata-se da mesma doença que acometeu a mãe do diretor do filme, quando ele era criança: tuberculose). As meninas ficam encantadas com sua nova casa (uma antiga residência tipicamente rural) e com a possibilidade dela ser habitada por fantasmas.

~mal chegaram e já saíram demolindo a casa~

O filme basicamente mostra as duas irmãs brincando e explorando a nova casa, se envolvendo com os espíritos que ficam na floresta ao lado, e o "drama" com a doença da mãe delas. Achei bem engraçado ver elas zuando por ai, bem loucas, especialmente a Mei, essa menina é hilária! Acreditava que o Totoro era o principalzão do filme, mas até que ele não aparece tanto assim, além de ter outros espíritos, não só ele. Porém, quando aparece, é demais, pois ele é super fofinho, mas dá aquele sorriso maroto umas horas, que honestamente, me dá um pouco de medo. E a história segue bem leve e suave, só na paz, até que surge um problema envolvendo a mãe das meninas, ai tem uma parte mais tensa, mas no fim, tudo acaba bem.


Acho que no começo, estava com receio de ver o filme, pois é uma obra do Studio Ghibli, e tem um outro anime deles que vi cof cof A Viagem de Chihiro cof cof, não entendi nada, e ainda fiquei com medo (vi quando era bem mais nova). Então tinha um pé atrás com essa galera... Mas não podia estar mais errada! Tonari no Totoro é fácil de entender e é gostoso de assistir. É relaxante e divertido, perfeito para todas as idades. Simplesmente 10/10.

~lidando bem com o crush~

Totoro virou o personagem símbolo do Studio Ghibli e o sucesso dos bichinhos de pelúcia do personagem dura até hoje. Há referências ao bichão em diversos outros animes do Ghibli e também quadrinhos e desenhos ocidentais! No impagável South Park, os bichos aparecem com seu característico sorriso e são sumariamente espancados toda vez que dão as caras! Neil Gaiman deu até um jeitinho de homenagear Totoro nas páginas de Sandman! E quem assistiu Toy Story 3 deve ter visto a homenagem no quarto de uma garotinha.

Fonte.

Acho que a única coisa ruim nessa experiência toda foi o fato de eu não ter achado o filme para ver com qualidade poderosa, com o áudio em japonês e legendado em português. Só tem para baixar em blu-ray dublado ou legendado em inglês. Mesmo assim, a qualidade desse que me passaram estava melhor do que a online (que estava péssima).


Prêmios e Indicações

Blue Ribbon Awards 
1989 - Vencedor - Special Award - Hayao Miyazaki

Kinema Junpo Awards 
1989 - Vencedor - Kinema Junpo Award - Best Film - Hayao Miyazaki
1989 - Vencedor - Readers' Choice Award - Best Japanese Film - Hayao Miyazaki

Mainichi Film Concours 
1989 - Vencedor - Mainichi Film Concours - Best Film - Hayao Miyazaki
1989 - Vencedor - Ofuji Noburo Award - Hayao Miyazaki

Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films
1995 - Indicado - Saturn Award - Best Genre Video Release


Músicas

Abertura: "Sanpo" - Azumi Inoue

Encerramento: "Tonari no Totoro" - Azumi Inoue

Mei e o milho ♥ ~melhor ship~

Arte

A animação foi realizada sem qualquer uso de efeitos de computação gráfica, e consegue manter-se excepcional se assistida hoje em dia, mais de 20 anos depois (em 2018 serão 30 anos)! Uma animação delicada, com cores marcantes, construiu uma atmosfera linda que faz com que você tenha vontade de estar nos cenários vistos no anime. A história não possui uma época definida, mas se analisarmos a ambientação, pode-se concluir que ela se passa em torno da década de 50, do século 20. Dizem que Miyazaki teria se inspirado em sua própria infância para criar o roteiro do filme. A esta inspiração, foram somados alguns elementos dos contos de Lewis Caroll (Alice no País das Maravilhas) e Lyman Frank Baum (O Mágico de Oz).

Fonte.

Vale a pena ver?

Sim! É calmo e engraçado, tem uma pequena parte "tensa", mas nada que estrague o clima. Pretendo ver de novo, não tão cedo, pois ainda lembro com detalhes, mas quando der uma esquecidinha, já dá para rever e se divertir novamente! É um clássico e é super amorzinho ♥


6 comentários:

  1. Totoro <3
    Gosto muito dos outros filmes do Studio, mas totoro realmente foi um dos que prendeu mais meu coração! É leve, bom pra passa o tempo e engraçadinho, já vi umas três vezes, quando não tinha o que fazer ^^
    Gostei muito da postagem!
    Kissus, e até a próxima!

    Yume no Hana

    ResponderExcluir
  2. Eu amo a viagem de Chihiro so acho um pouco trsite
    este também meu marido viu comigo e achou um pouco pesado, devido as circunstancias das meninas e família...
    mas ao mesmo tempo é doce, e super fofinho.
    Otome Game br e +

    ResponderExcluir
  3. Mesmo eu não gostando muito de filmes, animes e mangás calmos, esse eu assisti de boa, e gostei muito, não sei o motivo ele apenas me prendeu do começo ao fim

    ResponderExcluir
  4. A resenha ficou ótima!Parabéns!Eu nunca assisti mais vou ver agora.Sempre ouvi falar muito do filme (que conheci num vídeo do omelete) e sempre elogios parece ser mesmo muito bom!

    ResponderExcluir