Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

24/10/2016

NSP Recomenda Halloween #6


Nesta semana as postagens serão puro terror, pois faremos um NSP Recomenda Especial de Dia das Bruxas. Todo dia, algum convidado especial (um dos nossos parceiros) irá recomendar um anime de terror/horror/mistério que ele goste para vocês. Espero que curtam e assistam!

Convidado: Hellequin
Site: Não Nasci Herói


Nome: Cossette no Shouzou
Nome em japonês: コゼットの肖像

Informações
Tipo: OVA
Episódios: 3
Gêneros: Drama, Horror, Magia, Psicológico, Romance, Sobrenatural
Lançamento: 2004
Estúdio: Daume
Duração: 36 minutos por episódio
Classificação: +17

Link no MyAnimeList: Cossette no Shouzou


Sinopse: O protagonista é Eiri Kurahashi, um estudante de artes que trabalha em uma loja de antiguidades. Um dia ele vê em uma taça a imagem de uma garota que, para sua surpresa, está se movendo! Ele fica obcecado pela menina, até que finalmente consegue conversar com ela e descobre que seu nome é Cossette e ela foi a filha de uma família nobre no século XVIII. Sua alma está presa por ter sido assassinada pelo artista Marcelo Orlando e para livrá-la, Eiri deve estar disposto a receber em seu corpo a punição pelo pecado de Marcelo.


Hellequin recomenda esse anime porque... 
Quando fui convidado para fazer parte desta divertida seção de recomendações, uma certeza que tinha dentro de mim era a de que não queria recomendar algo recente, que provavelmente muitos de vocês já teriam visto. Mas por quê Cossette no Shouzou? Em parte por causa da familiaridade que muitos de vocês vão sentir ao se deparar com a direção de Akiyuki Shinbo, que mesmo quase 6 anos antes de Bakemonogatari, apresenta mesmo que primitivamente aqueles maneirismos audiovisuais que se tornaram a marca de seu trabalho. Outra parte é porque foi uma história bastante interessante de assistir, em que, mais do que simplesmente abusar da grotesquice do sangue e tripas, sabe usá-las na medida, junto com o clima de suspense e a decadência psicológica do personagem principal. Mergulhem vocês também no Retrato da Pequena Cossette, uma tela pintada com as tintas da paixão, obsessão e maldição.


Um comentário: