Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

18/01/2017

Resenha - Summer Wars - Anime


Informações
Nome: Summer Wars
Tipo: Filme
Episódios: 1
Lançamento: 2009
Estúdio: Madhouse
Gênero: Comédia, Sci-Fi
Duração: 1 hr. 54 min.
Classificação: +13


Sinopse: Kenji é um gênio com números. Ele trabalha como moderador em um mundo de realidade virtual chamado OZ, que se tornou extremamente popular no mundo e que é usado até por grandes corporações e pelo governo. E tem uma paixão secreta pela sua veterana Natsuki. No início das suas férias de verão, ele é convidado por Natsuki para ajudar na celebração do 90º aniversário da sua avó. Embora Kenji não conheça os detalhes do plano, ele concorda e vai com ela. Para a grande surpresa de Kenji, lá ele é apresentado como noivo dela. Mas a história não para por ai. De noite, ele recebe um e-mail estranho cheio de números. Após decifrar o código, o envia de volta. Na manhã seguinte descobre que acabou ajudando um hacker a invadir os servidores do mundo virtual de OZ. Kenji acaba sendo acusado pelo crime. Agora ele e à família de Natsuki se unem para tentar acabar com a ameça que está afetando o mundo real.


História

Primeiro, vamos deixar claro que eu amei esse filme, então essa resenha só vai falar coisas boas. Ele já estava na minha lista de "animes para ver" a muito tempo. Quando enfim resolvi assistir, me apaixonei. Antes de escrever a resenha, fui lá e assisti de novo! Ele é perfeito para você assistir em um domingo, especialmente se estiver calor. Pois a história se passa durante o verão, enquanto a família da Natsuki se reúne. E para entrar no clima do filme, nada melhor do ver no verão mesmo, no dia da semana que mais tem cara de reunião familiar, o domingo!


A sinopse está bem completa. A história é sobre aquilo ali mesmo. Mas continuando, após Kenji decifrar o treco lá, Love Machine (que é uma inteligência artificial presente no sistema de OZ), usa a conta e o avatar de Kenji para causar o pânico, por isso ele vira o principal suspeito. Love Machine começa a roubar contas, causar anomalias nos sistemas de navegação e problemas em redes de computadores NO MUNDO REAL! Imaginando que a situação é como uma espécie de guerra, Kenji, com as suas habilidades matemáticas, e o resto da família de Natsuki (cada um fazendo aquilo que pode), se unem e tentam resolver essa situação bizarra e perigosa.


O legal é que, nessa viagem, Kenji conhece vários membros da família, e isso é muito bacana, pois da aquela sensação de reunião familiar de fim de ano! Se você tem uma família grande, você vai se identificar, e se não tem, vai ficar com aquela sensação de como deve ser ter uma. Esse filme tem muito clima de família, verão, confusão, férias, fim de ano... Ele te dá uma sensação muito gostosa! Já está na minha lista de filmes para ver no fim do ano (todo ano eu vejo novamente vários filmes que gosto, tenho datas especiais para sempre rever os meus preferidos).


O diretor nos apresenta personagens muito bem construídos e que participam de uma história que é ao mesmo tempo simples e grandiosa. Temos um filme com romance, ação, comédia e valores familiares misturados na medida certa. Porém, o que gostaria de destacar sobre esse filme, é como ele misturou com excelência coisas do passado com o presente e futuro. 

Para começar, o anime se passa na casa da família Shinohara, uma típica e gigantesca mansão feudal no meio das montanhas. Muito diferente do que estamos acostumados a ver em histórias que se passam no Japão moderno. Também nos é mostrado uma família unida que gosta de estar junta e tem orgulho de suas tradições e de seus antepassados. Mais uma vez um cenário pouco comum na agitada vida moderna da sociedade japonesa onde pais dormem nos trabalhos, onde se matam para poder dar uma vida decente para sua família. Outro fator é a união de diferentes gerações. Adultos e crianças lutando juntos em igualdade por um bem maior. Se isso já não fosse o bastante, a presença do Hanafuda, típico jogo de cartas japonês, exercendo um papel importante na história tanto no mundo real como no virtual, veio para selar essa perfeita união entre o antigo e o novo. Em Summer Wars nós vemos que apesar de tudo ainda há lugar para valores tradicionais como união familiar, amor pelo próximo e espírito de luta.

Fonte.

Arte

O filme foi feito pela Mad House, e foi um excelente trabalho. Sou fã desse estúdio, e quem conhece os estúdios que trabalham com animes sabe que eles são um dos melhores. Com Summer Wars não foi diferente. O design dos personagens é maravilhoso, pois dá vida e faz com que eles sejam muito simpáticos. Mesmo com aquela família gigante, cada um tem suas características, então mesmo sem decorar o nome de todos, você lembra quem eles são só pela aparência. Além de expressar muito bem a personalidade de cada um. O cuidado que tiveram com os cenários foi incrível, e mesmo com as constantes mudanças de ambiente, entre a casa do interior e o mundo virtual, tudo flui naturalmente. Uma arte acolhedora que faz você entrar no clima da história.

Repare em TODOS os detalhes desse cenário!

Música

Encerramento:
"Bokura no Natsu no Yume" - Tatsuro Yamashita.


Vale a pena ver?

CLARO! Especialmente no fim do ano, no clima de férias, festividades, reunião familiar e com um calorzão (escrevi essa resenha em dezembro, mas com a correria de final de ano acabei me enrolei na hora de publicar, então está meio atrasada, me desculpem)! Provavelmente vai agradar dos mais novos aos mais velhos. "Enquanto as crianças viajarão no mundo criado e nas excelentes cenas de batalha, os mais velhos irão perceber a profundidade dos personagens e suas relações." Aproveitem esse recomendação, é uma das melhores que já fiz aqui no blog! ;)


Um comentário: