Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

01/02/2017

Resenha - Hybrid Child - Anime


Informações
Nome: Hybrid Child
Tipo: OVA
Episódios: 4
Lançamento: 2014-2015
Estúdio: Studio Deen
Gênero: Romance, Histórico, Drama, Sci-Fi, Shounen Ai
Duração: 25 min.
Classificação: +13

Sinopse: Um Hybrid Child é um boneco capaz de crescer de acordo com o amor dado pelo seu dono. Eles se desenvolvem refletindo o amor que recebem dos seus proprietários.


História

Da mesma autora de Sekai-ichi Hatsukoi e Junjou Romantica, essa é uma história sobre três casais. Porém, Hybrid Child é bem diferente das outras obras dela. A trama gira em torno de bonecos que crescem e se tornam mais "humanos" quando recebem "amor" de seus donos. No começo morri de medo de ser um anime com um monte de pedofilia, pois a sinopse é bem suspeita e tinha visto boatos sobre o anime também. Mas como estava no clima para ver um Shounen Ai e esse estava a um bom tempo parado na minha lista de animes para ver, resolvi arriscar.


São quatro OVAs, porém três histórias. A última é a maior (as duas OVAs finais), e honestamente, a melhor. Primeiro, temos a história de um rapaz, filho de uma família nobre, que não é muito bom em estudar. Ele acaba levando broncas diárias de seu Hybrid Child. O boneco tenta ser o mais rígido possível para colocar alguma consciência na cabeça de seu dono. Porém, há muito mais por trás dessa relação. Como é uma história curta, fica difícil falar demais sem dar spoiler. Depois temos a história de um gentil mestre, e seu pequeno Hybrid Child que, apesar de existir há um bom tempo, não consegue se desenvolver. Ele é muito dedicado a seu mestre, mas está um pouco desesperado, porque apesar de todo o carinho que recebe, continua sem crescer.


E por último, temos uma história sobre o passado de um trio de amigos: o criador das Hybrid Child, o gentil mestre da segunda história e um amigo deles. Os três eram inseparáveis apesar de suas personalidades distintas. A história acontece em um contexto de guerra, e não é tão feliz quanto os episódios anteriores. O desenvolvimento dos personagens, suas emoções, as situações que eles passavam, foi tudo muito sofrido, mas muito emocionante. É bem dramático. Foi minha preferida!


Arte

A arte me lembrou muito Sekai-ichi Hatsukoi e Junjou Romantica, pois todos são da mesma autora, então o traço deles são iguais, é o estilo dela, sabe? Eu não acho o mais bonito do mundo, mas é bem agradável. Gosto dos olhos dos personagens e acho engraçado a maneira como ela sempre difere pelo design quem é o seme e quem é o uke (pelo menos na minha opinião).


Música

Encerramento:
"syncretism" - Annabel


Vale a pena ver?

Sim, mas não tanto pelos primeiros episódios, mais pela história final mesmo (mas veja todas as OVAs para entender o contexto). Muito provavelmente, se você não curte yaoi, você não verá esse anime. E se você for fã do gênero, vai sentir a diferença dele para as outras obras da autora. Curta yaoi ou não, acho essa uma recomendação bem válida . É muito emocionante! :'(

Chorei :c

6 comentários:

  1. A história não é perfeita. Esse é um anime de época, e o cara vai lá e cria esses bonecos que crescem, em um mundo sem tecnologia avançada e sem a ajuda de magia. Não fez muito sentido para mim, mas pode ser que tenha entendido errado essa parte. Porém, achei melhor ignorar o "como ele criou os bonecos" e aproveitar as emoções e curtir a história ao máximo.

    ResponderExcluir
  2. Mônica, comecei a postar vídeos há pouco tempo e minha última postagem foi sobre os maiores sucessos da MadHouse. Se pudesse dar uma olhada no canal, agradeceria muito.
    Link do canal: https://www.youtube.com/channel/UC-tyIiHJwvZ4pe15TgMAFkw

    ResponderExcluir
  3. Eu estava com medo de ver pelos boatos de que tinha pedofilia, mas já que você achou interessante vou dar uma conferida depois :) essa mangaka deve se sentir por ter 3 obras adaptadas, sendo que Junjou tem 3 fucking temporadas(isso num mercado que esquece o BL no churrasco)!

    ResponderExcluir
  4. ´´bonecos que crescem e se tornam mais "humanos" quando recebem "amor" de seus donos´´ uma versão de toystory de terror me parece, fiquei com medo kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá medo não HUAHUAHUAHU e vale muito a pena pela última história!

      Excluir
  5. Esse anime me fez chorar mais do que quando corto cebolas. Lindo! a história não está muito bem constuída não, mas vale muito a pena ver.

    ResponderExcluir