Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

22/09/2016

Resenha - Fudanshi Koukou Seikatsu - Anime


Informações
Nome: Fudanshi Koukou Seikatsu
Tipo: TV
Episódios: 12
Lançamento: 2016
Estúdio: EMT²
Gênero: Comédia, Escolar, Slice of Life
Duração: 3 min.
Classificação: +13


Sinopse: Sakaguchi é um garoto colegial que é um fudanshi, alguém que gosta de yaoi. Ele passa seus dias com seus amigos: uma fujoshi, um gay, um companheiro fudanshi e um amigo "normal".

Se você não estiver entendendo os termos usados nessa resenha, leia esses posts que fiz explicando como são chamados os fãs de yaoi e yuri e sobre o fantástico mundo do yaoi.


História

Esse anime é bem simples, não tem uma história super elaborada, até porque com episódios de 3 minutos não dá para desenvolver muita coisa. É um anime de comédia, onde o foco é o yaoi e seus fãs. Tem várias piadinhas internas, que provavelmente só quem curte yaoi vai entender. E basicamente é isso, o dia-a-dia desse garoto colegial, que ama yaoi, e seus amigos.


Como é um anime de comédia bem simples, não há muito o que escrever sobre ele, mas tem dois fatores que gostaria de debater. O primeiro é algo legal: o anime mostrou que você não precisa ser gay para gostar de yaoi, e isso é bacana para acabar com o preconceito, você pode ser homem e hétero, ver/ler yaoi, e continuar hétero. Não é porque você viu um anime com yaoi ou sobre yaoi que você vai virar gay. É claro que também existem gays que gostam de yaoi, mulheres que gostam de yaoi... Não importa se você é hétero ou gay, você pode gostar de yaoi se quiser. Achei bem legal colocarem um homem hétero como fã de yaoi. Gostei e aprovei!


O segundo fator não é tão legal assim: vi alguns relatos que o anime não representa bem os gays, e há frases ofensivas ou erradas sobre o assunto. Algumas pessoas ficaram ofendidas com o conteúdo e não gostaram. Eu assisti em clima de zuera, então mesmo notando algumas coisas estranhas, não levei muito a sério. Mas realmente, teve horas que a coisa toda estava errada. Exemplo de uma situação: tem um episódio que vão explicar o que é uke e seme, que seria o passivo e o ativo, mas na explicação disseram que é a mulher e o homem. Mas se é uma relação entre dois homens, não tem mulher, ninguém é a "mulher da relação", porque é um relacionamento entre dois homens, esse é o ponto, não tem mulher. Não sei até que ponto o erro era no japonês original ou na tradução, pois os caras traduzem do japonês para o inglês e do inglês para o português, então pode ser que coisas se percam em tantas adaptações. Mas sei lá...


De modo geral, achei algumas situações divertidas e teve momentos engraçadinhos, como fã de yaoi, foi legal assistir, deu até para shippar alguns casais bem interessantes. Mas não vou mentir e dizer que foi o melhor anime do mundo, foi apenas mediano. Modo fujoshi ativado: gostei muito da pintinha que o personagem principal tem, adoro gente com pintinhas. E o amigo dele de cabelo roxo é gostosão xD mesmo o anime sendo super rápido, shippei fortemente muita gente, tem vários caras bonitões, me diverto com isso, yaoi é felicidade, aceitem! <3


Arte

A arte e a animação são bem simples, ainda mais por ser um anime de 3 minutos, não é nada grandioso ou espetacular. É bem mediano... Mas não é tão ruim, já vi piores! xD


Música

Achei a música do encerramento bem gostosinha de ouvir. Adorei ela!

Encerramento:
"SEKAI wa Boy Meets Boy" - Ryou Sakaguchi (Wataru Hatano)


Vale a pena ver?

Se você entende as piadas do mundo yaoi, pode ser que seja divertido. Mas não garanto nada...


7 comentários:

  1. Eu vi e adorei pelo contrario achei que tinha uma visão do gay, como ele se sente ofendido com essas coisas escritas no manga principalmente pela parte do amigo do personagem principal.
    Essa parte de Seme e Uke eu não lembro mas eu vou ver de novo e prestar atenção no som, porque de ouvido eu sei um pouco de japonês.
    Jardim de Sereia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Taina! :)

      Em uma relação homoafetiva dos animes yaoi, o 'seme' se diz o homem que é o ativo da relação, e 'uke' é o passivo. Basicamente!

      Beijos,
      Isadora

      Excluir
  2. Adorei esse anime!!!

    Tb achei ele bem divertido, ri em várias partes e esses 3 minutos só fizeram ficar com vontade de ver mais.

    ResponderExcluir
  3. Foi divertido, mas esperar uma semana por 3 min de episódio é de lascar...Mas é bem esclarecedor dessa faceta da gay culture do Japão...Mas eu recomendo ao blog o "Otona Joshi no Anime Time" é muito legal, os episódios (só 4) foram escritos por autores(as) conhecidos no Japão e o Episódio 3 é o mais engraçado de todos (no teaser no spoiler) a mulherada acho que vai gostar...

    ResponderExcluir
  4. Teve realmente cena envolvendo esse termo mais ignorei afinal anime e entrenimento e não e só educação cultural shuashuashua

    ResponderExcluir
  5. Teve realmente cena envolvendo esse termo mais ignorei afinal anime e entrenimento e não e só educação cultural shuashuashua

    ResponderExcluir
  6. Teve realmente cena envolvendo esse termo mais ignorei afinal anime e entrenimento e não e só educação cultural shuashuashua

    ResponderExcluir