12/01/2022

Resenha - Smile Precure! - Anime


Informações
Nome: Smile Precure!
Episódios: 48
Lançamento: 2012
Estúdio: Toei Animation
Gênero: Comédia, Ação, Fantasia, Shoujo
Duração: 24 min.

Sinopse: Era uma vez uma terra distante conhecida como Marchënland, onde as fadas viviam tranquilamente. Entretanto, essa paz foi perturbada pelo Reino Bad End, que é governado pelo Imperador Maligno Pierrot, que invadiu Marchënland e selou sua Rainha. Para poder reviver a Rainha, os Cure Décor, símbolos da felicidade, devem ser reunidos. Para poder reuni-los, uma fada chamada Candy vai para a Terra, à procura das lendárias guerreiras Pretty Cure, quando, de repente, encontra fatidicamente uma garota de 14 anos chamada Hoshizora Miyuki, e juntas começam a escrever mais uma nova página da história das guerreiras lendárias Pretty Cure!


História

Se você está no meio otaku a bastante tempo, provavelmente conhece a franquia Precure, um dos mahou shoujo mais famosos e rentáveis do Japão. Conheço a franquia desde pequena, mas nunca tinha visto um anime inteiro da mesma até esse ano. Posso dizer que a mesma me conquistou e que sua fama não é á toa. Mas bem, vamos falar sobre Smile Precure!

Cada temporada de Precure tem um tema central, e o de Smile são os contos de fadas. Nossa protagonista, Miyuki, é uma grande fã desse estilo de histórias e no primeiro episódio se depara com uma fada chamada Candy, vinda de um reino mágico que corre perigo e que lhe atribuí a missão de se tornar uma Precure junto com mais 4 garotas para salvar este mundo em risco.

Os enredos de Precure costumam ser bem simples, principalmente por se tratar de um anime voltado ao público infanto-juvenil. O brilho dos animes está em como os mesmos desenvolvem o enredo e principalmente suas personagens. A franquia sempre surpreende e muitas vezes saí do que estamos acostumados a ver nesse estilo de anime. Smile não fica de fora disso, desenvolvendo muito bem sua trama.


Smile opta por seguir um caminho cômico e leve, e muitas das vezes até meio nonsense (tinha cenas que eu ficava igual ao meme da Nazaré, sem acreditar que era real) . Confesso que amei essa vibe do anime, pois combina perfeitamente com o tema central dos contos de fadas e o nome do mesmo. É aquele estilo de anime que te deixa com um quentinho no coração ao fim de cada episódio. O nome Smile de fato é perfeito pra ele.

E por incrível que pareça, mesmo certas piadas repetitivas mantêm sua graça até o fim. O anime foi lançado um ano após os tsunamis que devastaram o Japão em 2011, e é claro que o mesmo procura reforçar a importância de se manter positivo e se esforçar, mantendo sempre uma mensagem positiva e pra cima á cada episódio. E o mais surpreendente é que o anime se mantêm divertido por seus 48 episódios, mesmo a maioria deles seguindo a mesma formula e tendo sempre um desfecho alegre. As tramas de cada episódio são todas bastante criativas e divertidas de ver. Não tem um único episódio que eu não tenha gostado ou tenha me deixado entediada.

No entanto, não pense que por seguir um caminho mais voltado a comédia o anime deixa de abordar temas sérios ou mesmo de ter cenas emocionantes. O mesmo consegue abordar diversos temas muito importantes e que fazem parte da vida de todos nós de forma muito boa e muitas das vezes nada previsível, e mesmo com o clima leve entrega momentos emocionantes e reflexivos e muitos momentos tensos que te deixam ansioso pra ver onde aquilo vai dar. Na verdade o maior trunfo de Smile é saber os momentos de abandonar o clima de humor e apresentar um tom mais sério. Eu mesma me emocionei em muitas cenas. Aliás, se você for do tipo que chora muito facilmente, prepare uns lencinhos pois o final com certeza vai te surpreender e te fazer chorar bastante.   


A única coisa que me incomodou um pouco na forma que esses temas foram abordados eram determinados  momentos das conversas com o vilão no momento das batalhas, que sempre servia como hora de refletir e de certa forma passar uma ''lição de moral'' estilo He-Man. Sei que é um anime pro público mais jovem, mas isso pra mim soava um tanto forçado e desnecessário, visto que a mensagem e lição já havia sido passada durante todo o episódio. Algumas vezes funcionava bem, mas não era sempre. No entanto confesso que adorei a maioria das mensagens passadas, e muitas com certeza levarei pra vida!

Outro ponto que também não curti muito foi que o anime poderia ter abordado muito melhor seu tema central de contos de fadas. Senti falta de referências maiores ao mesmo. Algo legal seria se cada uma das meninas tivesse um nome de alguma protagonista desses contos ou mesmo histórias relacionadas aos mesmos. Quem traz maior abrangência a esse tema é a Miyuki e obviamente Candy e o mundo do qual a mesma vêm.

Com relação ás personagens, só tenho elogios. As meninas esbanjam carisma, e cada uma delas tem seus momentos de destaque e brilho. Seus medos e inseguranças são reais e as aproximam do seu público alvo. Fora que elas erram e não são perfeitinhas como em muitos dos animes infanto-juvenis. São meninas que eu consigo imaginar existindo na vida real. Eu adorei cada uma das personagens, sendo minha favorita a tímida e chorona Kise Yayoi (ou Cure Peace). Outra que também me conquistou foi a Cure March, com seu jeito medroso e muito fofo.


Sabiam que dá pra jogar pedra, papel e tesoura com a Cure Peace toda vez que ela se transforma? demais né? 

Outra coisa que gostei muito é o desenvolvimento de personagens, que por ser um anime longo ocorre gradualmente e consegue desenvolver muito bem todas as principais. Percebe-se claramente que todas elas começam o anime de um jeito e terminam de outro, e essa evolução das mesmas é uma das coisas mais legais de acompanhar. Além disso, a interação entre os personagens é maravilhosa. Seja das protagonistas entre si ou delas com os coadjuvantes e os vilões. As conversas e conflitos dos personagens são bem amplos, e a construção da amizade  das meninas é bem legal de ver.   

Ah, e não pense que o carisma do elenco se resume apenas as protagonistas. Os coadjuvantes e até mesmo os vilões também  são ótimos e super divertidos. Na verdade, pra mim as melhores cenas de comédia são as que os vilões estão envolvidos, nunca pensei que eles iriam me conquistar tanto. Majorina foi minha favorita desse grupo, amava as cenas que ela perdia os itens bizarros que criava. Os mascotes também me cativaram. Candy consegue ser uma mascote fofa e engraçada e mesmo fazendo muitas besteiras em alguns momentos conquista o telespectador. O irmão dela não tem muito destaque, mas também é um fofo.


Glitter Force

Muitos conhecem essa temporada de Precure através da versão que a Netflix fez da mesma, chamada ''Glitter Force'' que veio para o Brasil também. Essa versão causou polêmicas e controvérsias no fandom, por mudar totalmente diversas cenas, nomes de personagens, enredos e falas. 

Confesso que só aguentei ver um episódio da versão da Netflix e realmente não gostei, pois eles mudam totalmente milhares de coisas positivas do anime. Além do que a dublagem e certas falas são tenebrosas e ruins de doer. No entanto, se você curtiu e conheceu a franquia por causa dessa versão tudo bem! Mas recomendo muito você ver a versão original japonesa, pois a mesma é bem diferente e em minha visão bem melhor.


Animação

A animação de Smile Precure! é simplesmente ESPETACULAR! É fluída, colorida e detalhada, contribuindo totalmente para a mensagem positiva e clima alegre que o anime quer passar. Até mesmo os vilões são lotados de detalhes e vida. A parte das batalhas, da transformação e golpes é um show á parte. As cenas de lutas também são muito bem feitas. Mesmo todo episódio apresentando as mesmas sequências é quase impossível de pular, de tão bem feito que é.

Importante mencionar que a ending do anime é toda em CGI e o mesmo é belíssimo, parece até vindo de um filme da Disney. A animação do anime sem dúvidas e um dos pontos chaves  pra mensagem e  proposta do mesmo funcionar melhor.


Músicas

A trilha sonora do anime é excepcional, e as músicas e efeitos sonoros combinam perfeitamente com as cenas escolhidas. Usar o instrumental da opening e da ending em vários momentos foi uma sacada genial. Com relação as mesmas, posso dizer que adorei ambas e que cantava junto. A melodia e a letra delas é super fofinha e alegre, já te deixando no clima do anime.

 Abertura
"Let's Go! Smile Precure!" - Aya Ikeda

Encerramentos
"Yay!Yay!Yay!" - Hitomi  Yoshida 
"Mankai Smile" - Hitomi Yoshida


Vale a pena ver?

Honestamente, depende muito. No geral, Precure não é uma franquia que agrade a todos. Se você não curte mahou shoujo, animes escolares com desenvolvimento lento, e tramas leves e um tanto bobinhas passe longe desse anime. No entanto, se você curte  ver algo apenas para se divertir, gosta de mahou shoujo e não tem preconceito com animes mais infantis com certeza vai amar esse anime. Dê uma chance, pois Smile Precure merece! Um dos melhores mahou shoujos que já vi, sem dúvidas. Ele pra mim é o que chamo de ''anime completo'': diverte, emociona e cativa.

''Brilhe! Smile Precure!'' 💗  

Nenhum comentário:

Postar um comentário